Transformação digital — as chaves para o sucesso em um movimento tão complicado - amplavisão » blog

O tema de nosso post de hoje é transformação digital, vamos juntos nessa leitura? 🙂

 

As transformações digitais são ainda mais difíceis de se alcançar do que os esforços tradicionais de mudança, mas os resultados das transformações mais eficazes apontam cinco fatores para o sucesso.

À medida que as tecnologias digitais reformulam indústrias atrás de indústrias, muitas empresas buscam esforços de mudança em larga escala para capturar os benefícios dessas tendências ou simplesmente visando acompanhar os seus concorrentes. Em uma nova Pesquisa Global da McKinsey sobre transformações digitais, oito em cada dez entrevistados disseram que suas organizações empreenderam esses esforços nos últimos cinco anos. Contudo, o sucesso nessas transformações está se mostrando indefinido. Embora em pesquisa anterior tenha se descoberto que menos de um terço das transformações organizacionais são bem-sucedidas na melhoria do desempenho de uma empresa e na sustentação desses ganhos, os resultados mais recentes concluem que a taxa de sucesso das transformações digitais é ainda menor.

Os entrevistados que relatam sucesso apontam as 21 melhores práticas que tornam mais provável que uma transformação digital tenha sucesso. Essas características se enquadram em cinco categorias: liderançacapacitaçãocapacitação de funcionáriosatualização de ferramentas e comunicação. Essas categorias sugerem onde e como as empresas podem começar a melhorar suas chances de realizar mudanças digitais em seus negócios.

As transformações são difíceis e as digitais são mais difíceis ainda

Anos de pesquisa sobre transformações mostraram que a taxa de sucesso para esses esforços é consistentemente baixa: menos de 30% são bem-sucedidas. Os resultados deste ano sugerem que as transformações digitais são ainda mais difíceis. Apenas 16% dos entrevistados dizem que as transformações digitais de suas organizações melhoraram com sucesso o desempenho e também as equipararam para sustentar mudanças a longo prazo. Outros 7% dizem que o desempenho melhorou, mas que essas melhorias não foram sustentadas.

Mesmo as indústrias digitalmente experientes, como as de alta tecnologia, mídia e telecomunicações, estão com dificuldades. Entre essas indústrias, a taxa de sucesso não excede 26%. Em setores mais tradicionais, como petróleo e gás, automotivo, infraestrutura e produtos farmacêuticos, as transformações digitais são ainda mais desafiadoras: as taxas de sucesso caem entre 4 e 11%.

As taxas de sucesso também variam de acordo com o tamanho da empresa. Em organizações com menos de 100 funcionários, os entrevistados têm 2,7 vezes mais probabilidade de relatar uma transformação digital bem-sucedida do que aqueles de organizações com mais de 50.000 funcionários.

A anatomia das transformações digitais

Quer um esforço de mudança tenha sido bem-sucedido ou não, os resultados apontam para alguns traços compartilhados das transformações digitais de hoje. Por um lado, as organizações tendem a olhar para dentro ao fazer tais mudanças. O objetivo mais comumente citado para as transformações digitais é a digitalização do modelo operacional da organização, fato citado por 68% dos entrevistados. Menos da metade afirma que seu objetivo é lançar novos produtos ou serviços ou interagir com parceiros externos por meio de canais digitais. As transformações digitais também tendem a ser amplas no escopo. Oito em cada dez entrevistados dizem que seus recentes esforços de mudança envolveram múltiplas funções ou unidades de negócios ou toda a empresa. Além disso, a adoção de tecnologias desempenha um papel importante nas transformações digitais. Em média, os entrevistados dizem que suas organizações estão usando quatro das 11 tecnologias que perguntamos, ferramentas tradicionais de web são citadas com mais frequência e usadas na grande maioria desses esforços.

Ao mesmo tempo, os resultados de transformações bem-sucedidas mostram que essas organizações implantam mais tecnologias do que outras. Isso pode parecer contra-intuitivo, dado que um conjunto mais amplo de tecnologias poderia resultar em execução mais complexa de iniciativas de transformação e, portanto, propiciar mais oportunidades de falha. Organizações com transformações bem-sucedidas são mais propensas do que outras a usar tecnologias mais sofisticadas, como a inteligência artificial, a Internet das Coisas e técnicas avançadas de aprendizado de máquinas neurais.

Organizações com transformações digitais de sucesso desenvolvem mais tecnologia do que as demais

As chaves para o sucesso

Ter essas tecnologias à mão é apenas uma parte da história. Os resultados da pesquisa indicam como, exatamente, as empresas devem fazer as mudanças apoiadas pela tecnologia que diferenciam as transformações digitais bem-sucedidas das demais.

Taxa de sucesso em transformações digitais por fatores-chave (tradução das colunas abaixo ordenadas da esquerda para à direita)
  1. A equipe de gerenciamento estabeleceu uma história de mudança clara para a transformação;
  2. Ferramentas digitais foram implementadas para tornar as informações mais acessíveis em toda a organização;
  3. A tecnologia de autoatendimento digital foi implementada para uso dos funcionários e / ou parceiros de negócios;
  4. Gerentes seniores promoveram o senso de urgência para fazer mudanças de transformação;
  5. Pessoas engajadas em funções-chave garantiram a colaboração entre unidades em iniciativas de transformação;
  6. Procedimentos operacionais padrão foram modificados para incluir novas tecnologias digitais;
  7. Líderes seniores incentivaram os funcionários a experimentar novas ideias;
  8. As pessoas envolvidas em funções-chave encorajam os funcionários a desafiar as velhas formas de trabalhar;
  9. As pessoas envolvidas em papéis-chave estavam mais envolvidas no desenvolvimento de iniciativas do que durante os esforços passados de mudança;
  10. Gerentes seniores garantiram a colaboração entre unidades em iniciativas de transformação.

A pesquisa aponta para um conjunto de fatores que podem melhorar as chances de uma transformação ter sucesso.

Esses fatores se enquadram em cinco categorias:

  1. ter os líderes certos, com experiência digital, no lugar correto;
  2. desenvolver capacidades para a força de trabalho do futuro;
  3. capacitar as pessoas para trabalharem de novas maneiras;
  4. dar às ferramentas do dia-a-dia uma atualização digital;
  5. tornar a comunicação algo frequente por meio de métodos tradicionais e digitais.

Vídeo Bônus: uma outra visão do mesmo assunto

Saiba como a amplavisão pode lhe ajudar na transformação digital de sua empresa, fale conosco, clique aqui

Fontes: McKinsey & Company Gerd Leonhard and TFAStudios

Aprofunde-se no tema clicando aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *