Converter e-Learning do Flash para HTML5 - amplavisão » blog

No final de 2020 a Adobe deixou de atualizar e distribuir o Flash Player. Você precisa converter seus e-learnings do Flash para o HTML5. Listamos abaixo algumas dúvidas comuns sobre o assunto.

Como isso afeta os cursos que tenho em Flash?

Estamos diante de um novo estágio em que os cursos em Flash não serão mais visíveis no Google Chrome e no resto dos navegadores. Teremos que nos adaptar ao novo ambiente, pois não haverá como continuar usando conteúdo em Flash.

Com novos protocolos mais flexíveis, rápidos e seguros, o HTML5 consolidou-se como a tecnologia mais estável para a migração dos cursos, além de ser funcional tanto em dispositivos móveis quanto em desktops e tablets, sem a necessidade de instalar nenhum add-on para sua reprodução. Não há outra opção a não ser migrar o conteúdo do e-learning em Flash para HTML5.

É hora de planejar a conversão do curso para o novo padrão HTML5.

O que é HTML5?

HTML5 é uma linguagem de codificação que nos permite criar conteúdo responsivo e visualizá-lo online.

Quais são os benefícios do e-learning em HTML5?

Menor custo de desenvolvimento, com o reaproveitamento de parte do conteúdo desenvolvido anteriormente no curso.

Possibilidade de visualização do curso em dispositivos móveis, tablets em versões responsivas, com conteúdo que se ajusta à tela, mantendo um caminho de aprendizagem e navegação perfeito em uma experiência mais envolvente e atrativa para o usuário.

Tenho cursos em Flash, o que devo fazer? Como faço para converter e-learning Flash em HTML5?

A primeira coisa seria repensar o conteúdo do curso em Flash e estruturá-lo para a nova tecnologia HTML5 para executá-lo com sucesso em todas as plataformas. Isso implica em um redesenho tanto graficamente quanto na estrutura do conteúdo. Revisão dos recursos existentes, avaliações das diferentes opções que o HTML5 nos oferece para converter esses recursos para o novo formato, criando uma melhoria na experiência do usuário, utilizando novas estratégias de design.

Primeiros passos para converter conteúdo Flash em HTML5

A primeira coisa seria exportar aqueles conteúdos passíveis de uso, como áudios, vídeos, imagens e textos, dentro das possibilidades, já que nem todas as empresas possuem os arquivos originais de edição “.fla”, mas não se preocupe, se esse for o caso, podemos analisar como extrair o conteúdo diretamente do arquivo Flash “.swf”, que é em resumo, o curso pronto (curso compilado em pacote).

Uma vez extraídos os conteúdos, o curso será construído de acordo com um novo roteiro e estruturação. Todas as atividades e simulações devem ser levadas em consideração. Nos cursos mais antigos, houve um uso excessivo de pop-ups e elementos que atualmente podem ter soluções com outros recursos mais práticos para o usuário, melhorando sua experiência de navegação, tendo isso em vista, o uso desses elementos deve ser valorizado.

Da mesma forma, na navegação, não há necessidade de implementar tempos de transição por página (obrigando o usuário a passar um certo tempo em uma página). Podemos realizar auto avaliações constantemente para garantir o aprendizado correto, evitando tempos de espera desnecessários e avaliando de acordo com o conhecimento e aprendizagem do aluno.

Tenho que converter meus cursos de Flash para HTML5, como faço?

O trabalho de conversão exige bastante atenção e precisa ser feito com cuidado por técnicos em parceria com designers de aprendizagem experientes. A amplavisão pode lhe ajudar em todo processo de conversão. Mande um oi para nós clicando aqui e a gente fica em contato. 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *